Bento 16 ordena novo cardeal brasileiro

A Igreja Católica do Brasil conta a partir deste sábado com mais um cardeal, Raymundo Damasceno Assis, atual presidente do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), ordenado pelo papa Bento 16.

O novo cardeal brasileiro, nascido em 15 de fevereiro de 1937 em Capela Nova, no estado de Minas Gerais, foi nomeado em 2004 pelo falecido Papa João Paulo II arcebispo de Aparecida, cargo que ocupa atualmente.

Formado em Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, também se especializou em catequese na Alemanha e desde 1986 é bispo.

Dom Raymundo foi secretário-geral do Celam de 1991 a 1995 e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) por dois mandatos: 1995-1998 e 1999-2003).

Em julho de 2007 foi eleito presidente do Celam para o mandato 2007-2011.

Com a ordenação, o Brasil, o maior país católico do mundo, passa a ter nove cardeais. Quatro deles têm mais de 80 anos e não podem participar em um eventual conclave na Capela Sistina para a eleição de um novo pontífice.

Com as novas designações, o número de cardeais chega a 203, dos quais apenas 121 têm direito a voto, um a mais que o limite fixado por Paulo VI e poucas vezes superado por João Paulo 2º.

Entre os países com o maior número de cardeais estão a Itália, com 48, sendo 25 eleitores, e os Estados Unidos, com 18, mas apenas 13 com direito a voto.

Fonte:Uol

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!