Bento XVI pediu aos novos bispos que promovam unidade da Igreja

Bento XVI apelou esta quinta feira aos novos bispos da Igreja Católica, estando particularmente atentos para unificar e harmonizar a diversidade de carismas.

Bento XVI apelou esta quinta feira aos novos bispos da Igreja Católica para que promovam a unidade eclesial, estando particularmente atentos para  unificar e harmonizar a diversidade  de carismas.

O Papa recebia no Vaticano um grupo de prelados, nomeados nos últimos meses, num encontro anual que se repete há uma década por iniciativa da  Congregação para os Bispos, da Santa Sé.

No seu discurso, Bento XVI pediu  comunhão com o Papa e os irmãos no episcopado  a cada um dos presentes, sublinhando que  o bispo não é um homem só, mas antes de mais um pastor.

Os bispos têm a missão de vigiar e agir para que os batizados possam crescer na graça e segundo os carismas que o Espírito Santo suscita no seu coração e nas comunidades, disse ainda.

Aos mesmos, acrescentou o Papa, compete o  juízo sobre o carácter genuíno de novos movimentos ou associações que surjam na Igreja local, porque  nenhum carisma dispensa a referência e a submissão aos pastores.

Bento XVI deixou votos de que cada bispo seja um  exemplo e ajuda  para os seus padres, através da  santidade de vida e da  caridade episcopal.

Em força da plenitude do sacramento da Ordem cada bispo é mestre, santificador e Pastor que actua em nome e na pessoa de Cristo e portanto é chamado a crescer como filho e como pastor na sequela de Cristo, de maneira que a sua santidade pessoal manifeste a santidade objectiva recebida com a ordenação episcopal. Daqui a exortação dirigida aos bispos a permanecerem sempre na presença do Bom Pastor e a assimilar cada vez mais os seus sentimentos e as suas virtudes humanas e sacerdotais, mediante a oração pessoal que deve acompanhar as jornadas apostólicas de grande empenho.

Na intimidade com o Senhor – concluiu o Papa – encontrareis conforto e apoio para o vosso ministério. Com a santidade da vossa vida e a caridade pastoral sereis de exemplo e de ajuda para os sacerdotes, vossos primeiros e indispensáveis colaboradores

Desde o início de 2011, foram nomeados três novos bispos em Portugal: D. Pio Alves, como bispo auxiliar do Porto; D. Virgílio Antunes, bispo de Coimbra; D. José Cordeiro, bispo eleito de Bragança-Miranda.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!