Cidade da Polônia conclui maior imagem de Cristo Redentor do mundo


cristo polones em fase inicial.jpg
Monumento polonês ainda em fase inicial de construção

O Cristo Redentor, símbolo do Rio de Janeiro e, em última instância, símbolo máximo do Brasil, terá a partir do próximo mês uma concorrência cinco metros mais alta. Em Swiebodzin, pequena e desconhecida cidade no noroeste da Polônia, estão sendo concluídos os trabalhos na construção daquela que será a mais alta imagem de Cristo do mundo - visível inclusive da autoestrada que liga Varsóvia a Berlim.

A estátua terá altura de 33 metros - idade que viveu Jesus -, mais 3 metros de coroa decorada com ouro - que simboliza os três anos de sua atividade pública. Com esses 36 metros, passará em cinco o símbolo brasileiro. As costas terão 24 metros, um metro a mais que o Cristo do Rio. Com essas medidas, o Cristo da Polônia irá ultrapassar também o Cristo de La Concordia, oficialmente a mais alta imagem de Cristo do Mundo, localizada em Cochabamba, na Bolívia, e que tem 34 metros de altura (descontada a base, de 6,24m).

A imagem será colocada sobre um pedestal de 16 metros (o do Rio tem 8 metros) com cinco circunferências - simbolizando os cinco continentes. O Cristo de Swiebodzin é feito sobre construções de metal, sobre as quais são colocados os círculos de cimento.

A ideia nasceu em 2001, no Santuário da Divina Misericórdia, pelo pároco local Dom Sylwester Zawadzki. Os trabalhos começaram há três anos e estão previstos para terminar em novembro próximo. Todo o custo da construção é coberto pelas doações dos fiéis.

 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!