Igreja celebra hoje o patrono dos sacerdotes, São João Maria Vianney

A Igreja celebra hoje (04), o dia do patrono de todos os padres, conhecido por Cura D'Ars, São João Maria Vianney.
No mês dedicado às vocações no Brasil, refletir sobre a vida de São João Maria Vianney que é modelo para os sacerdotes, estimula o cristão a perceber cada vez mais a importância do papel e da missão do sacerdote na Igreja e na sociedade.
São João Maria Vianney nasceu em Dardilly, na França, no ano de 1786.

Vindo de uma família simples e bem religiosa, percebia desde de cedo sua vocação para o sacerdócio. No entanto, antes de sua consagração chegou a ser um desertor do exército, pois não conseguia acertar o passo com o seu batalhão.
Ajudado por um amigo vigário, conseguiu tornar-se sacerdote e aceitou ser pároco na pequena aldeia pagã chamada Ars, onde o povoado era dado aos cabarés, vícios, bebedeiras e blasfêmias.
Tanto que suspirou o Santo: ‘Neste meio, tenho medo até de me perder’.

Dentro da lógica da natureza vem o medo; mas da Graça, a coragem.

Com o Rosário nas mãos, joelhos dobrados diante do Santíssimo, testemunho de vida, sede pela salvação de todos e enorme disponibilidade para catequizar, o santo não só atende ao povo local como também ao de fora, no Sacramento da Reconciliação.
São João Maria Vianney, que viveu até aos 73 anos, tornou-se para o povo exemplo de santidade, de dedicação e perseverança na construção do caminho da salvação e progresso do Reino de Deus para uma multidão, pois, como padre teve tudo de homem e ao mesmo tempo tudo de Deus.

São João Maria Vianney, rogai por nós!

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!