Igreja brasileira manifesta tristeza pelo falecimento de José Alencar

São Paulo . O falecimento nesta terça-feira, 29, do ex-vice presidente da República José Alencar causou comoção em muitos setores da sociedade. Com a Igreja do país não foi diferente. Munidos de consternação e pesar, dois grandes representantes da instituição católica no Brasil, a arquidiocese de São Paulo e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), emitiram declarações em homenagem ao político e empresáro, católico fervoroso que travou uma batalha pública de mais de sete anos contra um câncer no abdômen.

Assinada pelo secretário-geral da entidade e bispo auxiliar do Rio de Janeiro, Dom Dimas Lara Barbosa, a carta da CNBB afirma que lutando longo tempo contra um câncer, o ex-vice-presidente da República deixa para todos os brasileiros um testemunho de amor à pátria e à vida. "Em sua vida pública e militância política, José Alencar será lembrado, especialmente, por sua coerência, coragem e discrição. Mas, sem dúvida, ele será lembrado muito mais pela bravura com que enfrentou a doença que insistia em levá-lo antes do tempo".

DOM-ODILO.jpg
Conforme Dom Odilo, o ex-vice-presidente "serviu exemplarmente o Brasil  e edificou a todos com seu amor à vida"

Segundo Dom Dimas, certamente, na memória de todos aqueles que acompanharam a trajetória de vida de José Alencar ficarão suas palavras quando disse não ter medo da morte e destacou que "Deus o levaria, e não o câncer". "Nisso acreditou", escreveu o secretário-geral da entidade " e assim viveu até o último momento".

Representando a Arquidiocese de São Paulo, o arcebispo de São Paulo, cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, também manifestou seu profundo pesar pela morte daquele que o purpurado definiu como "ilustre brasileiro". Conforme o arcebispo, José Alencar "serviu exemplarrmente o Brasil, como Vice-Presidente da República, e edificou a todos com seu amor à vida, sua dedicação ao povo brasileiro, sua fé em Deus, sua coragem e serenidade para enfrentar a longa enfermidade".

Dom Odilo ainda expressou sua solidariedade aos familiares de José Alencar e pediu que "Deus misericordioso" acolhesse a alma dele na vida eterna. Por fim, fez votos de que a memória do ex-vice-presidente "continue a edificar o Brasil, na busca da vida digna para todos e da convivência na justiça, fraternidade e paz".

 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!