Igreja do Brasil celebra o Dia do Nascituro

 

dompetriniiiiCom objetivo de promover, proteger, defender e valorizar a vida humana, em todas as circunstâncias, desde a sua concepção, até a morte natural, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) instituiu, na 43ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em 2005, a primeira semana de outubro como Semana Nacional da Vida, sendo o dia 8, como Dia do Nascituro.

Originária do latim a palavra ‘nascituro’ significa: aquele que há de nascer; que foi gerado e ainda não nasceu. Em outras palavras, nascituro é o ser já concebido, mas que ainda vive no ventre materno.

“O nascituro é aquela pessoa que ainda não veio à luz, mas já está vivendo no ventre materno e que merece todo carinho para que seja acolhido no momento de nascer, e acolhido pelo resto da vida. Para que possa ter uma família que o ama, e ter pessoas que cuidam dele ajudando a alcançar a maturidade”, esclarece o bispo de Camaçari (BA) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a família da CNBB, dom João Carlos Petrini.

A data celebra a Anunciação, ou seja, a notícia levada pelo Arcanjo Gabriel à Maria, de que Deus a havia escolhido para ser mãe do Jesus Cristo. Com isso, a Igreja do Brasil instituiu um dia para ser comemorado e para rezar por todos os nascituros, já que além dos riscos naturais a que estão expostos, ainda existem várias correntes sociais pró-aborto.

Dom Petrini fala sobre a criação humana: “O ser humano que é gerado no ventre de uma mulher, com a participação de um homem, não é fabricado por aquele homem e aquela mulher, não é um produto que eles produzem, é sempre uma criatura de Deus. O homem e a mulher são apenas instrumentos de uma vontade criadora infinitamente maior, a vontade de Deus, que nos quer, e quer a nossa vida”, explica.

De acordo com dom Petrini, tudo que é originário de Deus, tem que ser respeitado, com toda “veneração”. “Cada ser humano é um filho de Deus, cada ser humano é relação com o Mistério Infinito Eterno e Criador, e como tal, merece todo acolhimento, como algo sagrado”.

Por fim, o presidente faz um chamamento a todos os cristãos: “Nós também podemos fazer a nossa parte, temos que ser verdadeiros promotores da existência humana”, disse.

 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!