JMJ: Papa pede que jovens fiquem junto dos pobres

 

JMJ-viasacra7MADRI - Ao final da via-sacra que presidiu nesta sexta-feira, às 19:30h (14:30 horário de Brasília), na praça Cibeles, em Madri, o papa Bento XVI pediu aos jovens que sejam animados pelo amor de Cristo a “permanecer junto aos menos favorecidos”.

“Vós, que sois tão sensíveis à idéia de partilhar a vida co os outros, não passeis ao lardo quando virdes o sofrimento humano, pois é aí que Deus vos espera para dardes o melhor de vós mesmos: a vossa capacidade de amar e de vos compadecerdes”, disse o papa.

Bento XVI disse que Deus não está alheio ao sofrimento humano. “A  paixão de Cristo incita-nos a carregar sobre nossos ombros o sofrimento do mundo, com a certeza de que Deus não é alguém distante ou alheio ao homem e às suas vicissitudes”.

JMJ-viasacra9O papa recordou, ainda, os elementos fundamentais de humanidade que devem marcar a vida das pessoas. “Sofrer com o outro, pelos outros; sofrer por amor da verdade e da justiça; sofrer por causa do amor e para se tornar uma pessoa que ama verdadeiramente: estes são os elementos fundamentais de humanidade, o seu abandono destruiria o mesmo homem”, disse, citando sua encíclica Spe Salvi.

O trajeto da via-sacra ficou tomado pela multidão de jovens que participam da 26ª Jornada Mundial da Juventude na capital espanhola desde terça-feira, 16. Nas estações foram colocadas imagens do acervo artístico espanhol, as mesmas usadas na Semana Santa.

Durante a via-sacra, a cruz foi levada por jovens que têm algum tipo deficiência. Eles vieram da Terra Santa, Iraque, Albânia, Ruanda e Burundi, Sudão, Japão, Haiti, dentre outros.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!