Jovens uruguaios enviam imagem da padroeira do país a chilenos presos em mina

Montevidéu (Terça-feira, 21-09-2010, Gaudium Press) Jovens uruguaios que participavam do 3º Congresso Latinoamericano de jovens, celebrado na cidade venezuelana de Los Teques entre os dias 5 e 11 de setembro, enviaram uma imagem da "Virgen de Los Treinta y Tres", padroeira do Uruguai, aos 33 trabalhadores chilenos presos na mina San Jose em Atacama, no Chile, desde o dia 5 de agosto.

Junto da imagem, foi enviada uma mensagem. Ambas foram entregues à delegação da Pastoral Juvenil chilena, presente no mesmo evento, com o pedido de fazê-las chegarem aos mineiros presos.

"Do Uruguai queremos fazer chegar a suas mãos a Virgen de los Treinta y Tres Orientales, padroeira do nosso país. Ela nasceu acompanhando os trinta e três homens que lutaram pela libertação do nosso país. Rezamos pela sua libertação e pedimos à Virgem que interceda com seu filho e lhes dê alento e esperança para passar este momento difícil", diz a mensagem, manuscrita.

Com esta iniciativa, a Pastoral da Juventude do Uruguai quer se unir com uma voz de encorajamento ao povo chileno que desde o início de agosto, quando ocorreu o acidente na mina, reza para que os mineiros consigam sair dos 700 metros de profundidade onde ficaram presos.

A imagem também foi enviada em unidade às intenções do Papa, que no início de setembro, através do arcebispo de Santiago, Cardeal Francisco Javier Errazuriz, enviou 33 rosários abençoados aos mineiros.

La Virgen de los Treinta y Tres
De apenas 36 centímetros de altura e esculpida em madeira de cedro, a "Virgem dos Trinta e Três" é a imagem da Mãe de Deus mais venerada no Uruguai. Seu nome, figura e história, que não tem relação direta com uma aparição miraculosa e uma parte dedicada em particular - faz parte da identidade e da cultura do povo uruguaio.

Sua história está diretamente relacionada à luta da independência do país, que, no ano de 1825, foi liderada por um grupo de 33 patriotas, que eram católicos e grandes devotos da Virgem Maria, Mãe de Deus, e para quem a Mãe de Deus foi a sua "bandeira". Razão pela qual a imagem, desde então, foi batizada com o nome de "trinta e três."

Pela relevância que a imagem teve na luta pela liberdade do povo uruguaio, o Papa João XXIII, em 1961, declarou a "Virgem dos Trinta e Três" "Padroeira da Patrono da República Oriental do Uruguai".

Com informações da Conferência Episcopal do Uruguai (CEU).

Texto original de Sonia Trujillo

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!