Mais de 200 voluntários se reúnem para gravação de vídeo promovendo a JMJ Rio2013

foto: JMJ Rio 2013


No último domingo, dia 11, o clima de Jornada tomou conta da escadaria do Santuário da Penha, no Rio de Janeiro. Mais de 200 jovens foram recrutados para participar da gravação de um vídeo institucional para a divulgação a JMJ Rio2013 em nível internacional.

Luiz Carlos Pugialli, produtor do vídeo e presidente da Comissão Governamental para a JMJ Rio2013, explicou que uma cópia será encaminhada para embaixadas e para todos os meios de comunicações católicos. Um vídeo, de um minuto, também será editado e entregue às TVs abertas. “Os jovens demonstraram muito compromisso, alegria e serviço à
Igreja”, ressaltou Luiz Carlos.

Segundo ele, o Santuário foi escolhido como cenário por três motivos: por ser um cartão-postal, por ter a religiosidade como marca principal e por lembrar dois símbolos da jornada: a cruz e a devoção mariana.

“Desse local se pode ver toda essa paisagem, ver o Cristo e o Pão de Açúcar. A cidade que vai receber a JMJ inspirou o nosso dia”, afirma o estudante Lucas Vítor Amaral, de 18 anos.

Gustavo Costa Ribeiro, de 22 anos, que representou o Brasil, segurando a bandeira do país durante as filmagens, contou como foi a experiência: “Eu comecei a trabalhar pela jornada quando o Rio ainda era candidato à sede. (...) Hoje, com a bandeira do Brasil na mão, senti muita responsabilidade e pude unir a minha paixão pela jornada e meu amor pelo Rio.”

Vestidos de calça jeans e tênis, os voluntários mostraram a cara da juventude. A interação entre os jovens foi uma motivação a mais para o dia de trabalho, assinala também a nota aparecida hoje no portal da JMJ Rio 2013.

"Sentir-se parte da Jornada é fundamental para o evento. A gravação com as bandeiras traz a cultura da JMJ, dos países, das diversas realidades juvenis", assinalou Juliana Cristina Fernandes, de 24 anos, coordenadora da Pastoral da Juventude. Bruna Santos, de 19 anos, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Ramos, completou: "É muito bom conhecer os jovens de outras comunidades e colaborar para um melhor convívio entre todos".

Os jovens da Igreja São José Operário, em Realengo, que também participaram da JMJ de 2011, disseram que o trabalho dos espanhóis serviu de inspiração. “Assim como em Madri, que eu vi aqueles jovens todos trabalhando, hoje eu também quero ajudar a construir esse grande evento.”, assinalou o estudante Bernardo Amaral, de 22 anos.

A profissional de educação física Clarice Muniz Navegantes, de 22 anos, disse que quer mergulhar de cabeça na jornada. “Hoje eu segurei a bandeira da Nigéria e fiquei muito feliz, mas eu quero participar de todas as etapas, ser uma voluntária ativa até o fim.”, reforçou Clarice.

O diretor do vídeo, Maurício Lanzara, contou que se surpreendeu com a disponibilidade dos jovens. "Fiquei impressionado, principalmente, com a concentração de todos, ainda mais pelo grande número de pessoas. Sem dúvida cresce a minha expectativa por 2013, pois pelo que vi será um evento bem organizado e bem acolhedor".

Para o estudante Rafael Assis, de 20 anos, o vídeo pode ajudar a estimular novas inscrições para o voluntariado. “Através dessa gravação outras pessoas vão se sentir chamadas e começarão a entender melhor o que é a JMJ”, atestou o jovem.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!