Muita arte para a Jornada Mundial da Juventude

O programa cultural da JMJ será feito por jovens e para jovens

santoentierro300
O Santo Enterro de Caravaggio, dos Museus Vaticanos

Foi apresentado o programa cultural da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) . Serão cerca de 300 atividades de 37 países dos cinco continentes, de todas as categorias artísticas: cinema, música, exposições, teatro ou rotas culturais por Madrid. A capital espanhola vai converter-se assim num centro cultural de primeira ordem . Todas as atividades do programa acontecem durante o día e parte da noite para aproveitar ao máximo a grande oferta disponível em Madrid.

“O programa cultural é um dos pilares fundamentais da Jornada Mundial depois dos atos com o Papa, e as catequeses”, esclareceu Carla Diez de Rivera, diretora técnica do departamento de Cultura da JMJ. “Todas estas actividades são uma demonstração da riqueza cultural cristã na sua projeção mais universal”, adiantou.

Com a acreditação de peregrino, que se adquire con a inscrição na JMJ, todos os jovens poderão acceder gratuitamente ás actividades do programa cultural que se realizará desde  segunda-feira 15 até  sábado 20 de agosto.

Uma Rua de cinema
Na quarta-feira 17 de agosto trerá lugar o dia do cinema na Jornada Mundial. A Rua Fuencarral, um dos lugares com mais concentração de cinemas da capital espanhola, será o centro da Sétima Arte na JMJ. Projeções de películas, acompanhadas de encontros com produtores, realizadores e actores. Entre os filmes que farão parte do ciclo de cinema estão : Dos deuses e dos homens, Encontrarás Dragões, Cartas a Deus… e mais algumas surpresas. Na mesma rua haverá um concerto de bandas sonoras de filmes, acompanhadas de frases de João Paulo II e Bento XVI sobre o mundo da cultura.

Obra_de_la_exposicin_de_arte_contemporneo_Arte_y_fe
Obra da exposição de arte contemporânea Arte e Fé. Autor Willwm Zijlstra

A arte que leva a Deus
A beleza e a fé estão reunidas, como demostrou com sua vida e obra Antonio Gaudí, arquiteto da Sagrada Familia de Barcelona, consagrada em novembro por Bento XVI. A exposição ‘Moved: movidos pela Beleza’ demonstrará onde Gaudí buscava a sua inspiração. Além disso, o molde de um dos pináculos que coroará a Sagrada Familia viajará a Madrid e serão os peregrinos da Jornada Mundial que o cubrirão com telhas.
Outras exposições serão: ‘O Pórtico da Glória’ sobre a monumental entrada da catedral de Santiago de Compostela –fin del Camino-, ‘Arte contemporanea e fé’ com obras do National Museum of Catholic Art and History de Washington DC; uma exposição fotográfica acerca dos cristãos perseguidos, organizada pela Ajuda à Igreja que Sofre .

Também há exposições que refletem o espírito missionário espanhol: através da biografía do missionário espanhol no Perú Santo Toribio de Mogrovejo ou as Reduções no Paraguai, missões jesuitas que aínda hoje existem.

As grandes galerias associam-se ao programa cultural. O  Museu do Prado criou um itinerario sobre a imagem de Cristo com pinturas sobre Jesus Cristo presentes na coleção bem como uma obra convidada: ‘O santo enterro’ de Caravaggio cedido especialmente para esta ocasião pelos Museus Vaticanos. Este itinerario estará disponivel dois meses antes da Jornada para todos aqueles que visitem esta famosa galeria madrilenha. O Museu Thyssen-Bornemisza preparou uma exposição especial, intitulada ‘Encuentros’, fazendo referência aos encontros de Jesus em diferentes momentos da sua vida pública. Também será possível aos peregrinos da JMJ  aceder aos Reales Sitios –os lugares em que habita a Familia Real Espanhola.

Sabor espanhol e madrilenho
Uma das actividades destacadas pelo seu especial sabor espanhol, é a representação de ‘O Ano santo em Madrid’, um auto sacramental –similar ás antigas morality plays inglesas- de Calderón de la Barca, renomeado dramaturgo do século XVII.

Também existirão visitas guiadas por Madrid, que refletem a presença do povo cristão ao longo da historia da cidade, tanto nas suas expressões artísticas como nas suas tradições. Estas visitas precorrerão diferentes igrejas de Madrid (iglesia de san Ginés, basílica de san Francisco el Grande, Real Colegiata de san Isidro…) onde se dará destaque não só à riqueza artistica, mas também à mensagem evangelizadora que sempre deixaram na historia de Madrid.

Los_pinculos_de_la_Sagrada_Familia_-Copyright_Junta_constructura_del_Temple_Sagrada_Familia

As torres da Sagrada Família – Copyright Junta construtora do Templo da Sagrada Família

João Paulo II, patrono das Jornadas
João Paulo II, criador das Jornadas Mundiais, terá un papel destacado no programa cultural: um musical sobre a sua vida, uma exposição fotográfica, outra com os seus poemas e ainda uma exposição sobre o tema da teologia do corpo, título que deu às 129 catequeses sobre o amor, a sexualidade humana e o matrimonio que levou a cabo entre setembro de 1979 y novembro de 1984. O lugar eleito para albergar todas estas iniciativas é um lugar emblemático e central de Madrid.

A Jornada Mundial estará presente na iminente beatificação de João Paulo II, no próximo dia 1 de maio. Na vigilia que se celebrará no Circo Máximo de Roma serão projetados alguns vídeos que animem os assistentes a participar na JMJ, e estão a ser feitas diligencias para que em toda a cidade de Roma existam pontos de informação da JMJ.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!