Papa no Domingo de Ramos: “acolher e seguir Jesus até o fim”

 

ramos2012Milhares de fiéis se reuniram na manhã de domingo, 1º de abril, na Praça São Pedro para acompanhar a celebração do Domingo de Ramos.

Depois da bênção dos ramos, logo no início de sua homilia, o papa Bento XVI resumiu o significado da celebração. “O Domingo de Ramos é o grande portal de entrada na Semana Santa, a Semana em que o Senhor Jesus caminha até ao ponto culminante da sua existência terrena. Ele sobe a Jerusalém para dar pleno cumprimento às Escrituras e ser pregado no lenho da cruz, o trono onde reinará para sempre, atraindo a Si a humanidade de todos os tempos e oferecendo a todos o dom da redenção”, disse o papa.

Bento XVI lembrou ainda a entrada de Jesus em Jerusalém. “Aquele que a multidão aclama como o Bendito é aquele que abençoa a humanidade inteira. Assim, na luz de Cristo, a humanidade reconhece profundamente unida e, de certo modo, envolvida pelo manto da bênção divina, uma bênção que tudo permeia, tudo sustenta, tudo redime, tudo santifica”.

O papa prosseguiu, destacando qual seria a primeira grande incumbência: “o convite a adotar a visão reta sobre a humanidade inteira, sobre os povos que formam o mundo, sobre suas diversas culturas e civilizações”.

Bento XVI lançou ainda algumas questões. “Quais são as nossas reais expectativas? Quais são os desejos mais profundos que nos animaram a vir aqui, hoje, celebrar o Domingo de Ramos e iniciar a Semana Santa?”

Dirigindo-se especialmente aos jovens, o Santo Padre desejou que o Domingo de Ramos pudesse ser para eles o dia da decisão. “A decisão de acolher o Senhor e segui-Lo até ao fim, a decisão de fazer da sua Páscoa de morte e ressurreição o sentido da suas vidas cristãs”.

 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!