Papa se encontra com bispos recém-nomeados e pede que sirvam ao povo de Deus com amor

 

 
   
   
 

Castel Gandolfo (Segunda-feira, 13-09-2010, Gaudium Press) Bispos de diversas partes do mundo que começarão pela primeira vez seus ministérios estiveram em Roma na última semana participando de dois cursos de atualização promovidos pela Congregação para a Evangelização dos Povos e pela Congregação para os Bispos.

Ambos são realizados no mesmo período de setembro e destinam-se a bispos nomeados no último ano pelo Papa. O seminário da Congregação para a Evangelização dos Povos, no entanto, está voltado a prelados que serão missionários em outros países, enquanto o da Congregação para os Bispos tem um enfoque naqueles de atuação mais diocesana.

No sábado, Bento XVI recebeu os participantes do seminário "missionário" e, hoje, os prelados do curso "diocesano". Nas duas ocasiões, o pontífice destacou em seu discurso a importância de que o trabalho do bispo seja um serviço de amor e doação e fortalecido na fé.

Captura_de_tela-1.png
Papa disse aos bispos presentes que a Igreja os segue com oração e afeto

Espírito Santo como fonte de coragem

A "Igreja põe não poucas esperanças, e os segue com a oração e com o afeto", afirmou o Papa aos prelados na audiência de sábado, ressaltando que a missão de cada um será "trabalhosa" e se desevolverá em "fronteiras" religiosas, antropológicas e sociais, geralmente "em contextos não fáceis" de pobreza e de perseguição da fé onde cristãos em certas partes são minoria.

O Papa os alertou de que não devem, no entanto, ceder ao pessimismo e ao desencorajamento, e recordou que o Espírito Santo é fonte de coragem e dos novos métodos de evangelização. "A verdade cristã é atraente e persuasiva porque responde à necessidade profunda da existência humana", reforçou o Papa, enfatizando que os bispos devem ser sobretudo "homens de oração e de adoração" e desenvolver uma vida coerente no "acreditar e viver aquilo que anunciam e celebram".

Bento XVI dedicou a maior parte do seu discurso aos novos bispos que participaram do curso da Congregação para a Evangelização dos Povos destacando o significado do ministério episcopal. O Santo Padre disse, por exemplo, que a tarefa episcopal é tríplice: anunciar, santificar e governar, dentre as quais o anúncio da Boa Nova é primordial.

Sobre o curso, disse por fim que é uma "experiência única da colegialidade" e de "fraternidade, de oração e de estudo junto à Santa Sé" para os bispos de diversas partes do mundo.

Aos bispos novatos do curso promovido pela Congregação para os Bispos, o Papa também fez questão de ressaltar a importância da dimensão espiritual do serviço episcopal. No discurso da audiência realizada hoje, o Santo Padre disse que "a missão do bispo não pode ser compreendida com a mentalidade da eficiência e da eficácia".

Segundo Bento XVI, o bispo é um "custódio" de uma aliança nupcial entre Cristo e a sua Igreja e que o anel episcopal é um recordação dessa aliança e um sinal da "fidelidade à Igreja e à pureza da fé" do bispo. Por isso, enfatizou o Papa, o ministério do bispo está em uma perspectiva de fé, e não simplesmente "humana, administrativa ou de foro sociológico".

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!