Assembleia Diocesana debate o documento 100 da CNBB e anuncia mudanças para 2015

Foi um dia de estudo, troca de experiências e homenagens o sábado, dia 7 de março, data que marcou a realização da 24ª Assembleia Diocesana de Evangelização da Diocese de Campo Limpo. Quase 700 pessoas estiveram no Colégio Santo Américo para ouvir a palestra do Professor Doutor Dom Benedito Beni dos Santos, Bispo Emérito de Lorena (SP) sobre o Documento 100 da CNBB, “Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia – A conversão pastoral da paróquia”.

Os participantes do encontro foram recebidos com um café da manhã e, em seguida, dirigiram-se para a Paróquia São Bento onde rezaram as Laudes, organizada pela Comissão Diocesana de Liturgia.

Após a acolhida feita pelo Bispo Diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, o Coordenador Diocesano de Pastoral, Monsenhor João Batista de Carvalho fez uma introdução ao tema escolhido para o estudo e uma retrospectiva dos trabalhos que foram realizados pela Diocese ao longo dos últimos 10 anos, além da vivência do Jubileu de Prata de Criação e Instalação da Diocese de Campo Limpo com a Missão Popular Diocesana (MPD).

Dom Benedito Beni dos Santos iniciou sua apresentação falando sobre a importância do Documento 100 da CNBB. “O Documento 100 da CNBB foi muito bem elaborado e contou com a participação de todas as dioceses brasileiras e eu acredito que a partir de agora, as ações evangelizadoras dentro do Brasil irão aplicar o documento e depois cada diocese fará o plano e é isso que eu creio que a Diocese de Campo Limpo está fazendo”.

Dom Beni disse também sobre o trabalho que está sendo feito na evangelização dos grandes centros urbanos e nas localidades mais afastadas. Ele comenta que desde o Concílio Vaticano II o ardor missionário vem em escala crescente. “Foi um Concílio Missionário que procurou renovar a Igreja para que ela pudesse anunciar o Evangelho em nosso tempo e depois, sem dúvida nenhuma, com a “Evangelii Nuntiandi” do Papa Paulo VI e agora, mais recentemente, com a ”Evangelii Gaudium” do Papa Francisco. A Igreja sempre enfrentou obstáculos, mas com a força do Espírito Santo ela supera todos os obstáculos e nós temos de acreditar na força da Palavra de Deus para superar estes obstáculos”.

Após a apresentação os participantes foram divididos em 30 grupos onde, diante das propostas apresentadas, foram elaboradas três pistas de ações para o desenvolvimento pastoral nos âmbitos paroquial, forâneo, região episcopal e diocesano.

Ao retornarem ao plenário, os coordenadores de cada grupo apresentaram os resultados do debate, que serão compilados e repassados às paróquias brevemente.

Dom Luiz Antônio Guedes falou sobre a motivação diocesana para as atividades em 2015. Segundo o programa, as visitas pastorais às paróquias continuarão ao longo deste ano e algumas serão visitadas em 2016. “São muitas paróquias e a agenda nem sempre coincide por conta da grande quantidade de atividades que o Bispo ou a paróquia tem de cumprir ao longo do ano.

Dom Luiz também anunciou a série de visitas que fará às 31 congregações religiosas femininas instaladas na Diocese. “Durante a missa de abertura do Ano dedicado à Vida Consagrada tive a ideia de visitar estas comunidades. É uma maneira de estarmos mais próximos destas comunidades e das comunidades estarem mais próximas do Bispo. Já iniciei estas visitas indo ao Mosteiro Nossa Senhora da Paz, em Itapecerica. Foi muito bom, tanto para elas como para mim ter este momento de partilha”.

A Missão Popular Diocesana também terá continuidade através das Missões Populares Paroquiais e uma das principais atividades que começa este ano, é a Visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora da Conceição Aparecida à Diocese de Campo Limpo, celebrando os 300 anos do encontro da imagem no Rio Paraíba do Sul.

“Todos estão recebendo o guia com a programação completa da visita e pedimos que esta agenda não seja alterada por conta da divisão territorial que foi feita”, explicou Dom Luiz. Para acessar o guia, clique aqui.

Antes de encerrar a Assembleia, Monsenhor João Batista, que deixou a Coordenação Diocesana de Pastoral após 13 anos e quatro meses, foi homenageado com a entrega de uma placa comemorativa. No seu lugar assume o padre Marcos Joaquim Patrício.

Também foi anunciada a criação de uma nova Região Episcopal que terá como Vigário, padre Manoel Corrêa Viana Neto.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!