Em missa com bispos, Papa recorda a caridade de Madre Teresa

O penúltimo dia da Jornada Mundial da Juventude começou com a celebração da Santa Missa presidida pelo Papa Francisco, na Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo os organizadores, cerca de mil bispos, sacerdotes, religiosos e seminaristas participaram da eucaristia.

Em sua homília o Papa lembrou de madre Teresa de Calcutá e aproveitou  para convidar os bispos e sacerdotes a irem até as periferiais, seguindo o exemplo da religiosa que foi até aos que têm sede de Deus. "Que Deus nos empurre a sair ao encontro de tanto irmãos e irmãs que estão na periferia, que têm sede de Deus. Que não nos deixe em casa, mas que nos empurre a sair de casa. E assim sejamos discípulos do senhor", afirmou Francisco.

Francisco chegou a citar uma frase de madre Teresa de Calcutá: "Devemos estar muito orgulhos de nossa vocação, que nos dá a oportunidade de levar cristo aos pobres, às favelas, às vidas miseráveis".  Ele afirmou ainda que "é nas favelas, nas povoações pobres, nas vilas onde é preciso ir buscar e servir a Cristo. Devemos ir a eles como o sacerdote se aproxima do altar: com alegria".

Segundo o pontífice, as relações humanas são regidas "por dois "dogmas" modernos: eficiência e pragmatismo". Por isso, "há lugar para os idosos, não há tempo para gastar com os pobres na rua".

"Não podemos ficar encerrados na paróquia, nas nossas comunidades, quando há tanta gente esperando o evangelho! Não se trata simplesmente de abrir a porta para acolher, mas de sair pela porta fora para procurar e encontrar. Decididamente, pensemos a pastoral a partir da periferia, daqueles que estão mais afastados, daqueles que habitualmente não frequentam a paróquia", disse o líder da Igreja Católica. "Também eles são convidados para a Mesa do Senhor."

O Papa disse ainda que o ainda disse que, quando era jovem, seu sonho era ser missionário no Japão, mas Deus mostrou que sua missão era a própria pátria. "Ajudemos os jovens a perceberem que ser discípulo missionário é uma consequência de ser batizado, é parte essencial do ser cristão, e que o primeiro lugar onde evangelizar é a própria casa, o ambiente de estudo ou de trabalho, a família e os amigos", disse Francisco.

Reportagem e fotos: Luciano Batista

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!