Jovens lotam orla de Copacabana para acolher o Papa Francisco

Nesta quinta-feira 25, aconteceu o primeiro grande encontro do Papa Francisco com os jovens de todo o mundo na praia de Copacabana. A Cerimônia de Acolhida é uma celebração cheia de símbolos, música, oração e intensos momentos de fé. Podemos até dizer que é de fato o inicio das grandes concentrações do Papa com os jovens nesta Jornada Mundial da Juventude que acontece no Rio de Janeiro.

A preparação dos jovens para este encontro com o Papa contou com diversas apresentações de cantores católicos, brasileiros e internacionais. Houve um resgate da história das JMJ’s com um vídeo contando a trajetória até chegar aqui no Brasil, e claro não podendo faltar às imagens dos santos padroeiros da Jornada Mundial da Juventude.

Os milhares de jovens, bem como todos os voluntários desta edição da jornada também estão sendo homenageados. Um grande contingente de pessoas que estão se doando para que os que aqui vieram e estão, sintam-se na própria casa.

O tema deste encontro do Papa como os jovens é: “Mestre, é bom estarmos aqui” (Mc 9, 2-10). A Jornada começou na última terça-feira, 23, e segue até domingo, 28. O primeiro ato central, sem o Papa, ocorreu na Missa de abertura presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro Dom Orani João Tempesta (O. Crist.) em Copacabana. A Acolhida é o segundo ato da Jornada, mas o primeiro com o Papa.

Na sua saudação inicial, o Papa ao se dirigir aos jovens proclama esta bela frase “vejo em vocês a beleza do rosto jovem de Cristo e meu coração se enche de alegria” recordou a JMJ de 1987 que aconteceu em sua terra natal, a Argentina e fez um convite especial aos jovens para todos fizessem um minuto de silêncio pela tragédia acontecida na Guiana Francesa, no qual a jovem Shopie Morinière perdeu a vida, e que deixou vários jovens feridos.

Já no seu discurso o Papa começa justamente com o tema do encontro; “é bom estarmos aqui”, palavras do apostolo Pedro ao ver o Senhor Jesus transfigurado. E faz uma pergunta aos jovens: “queremos nós repetir estas palavras?” Este é o grande convite que o Pontífice faz aos jovens de não só dizer que é bom, mas Ouvi-lo este é o meu Filho, o Eleito. Escutai-O (Lc 9,35). Por isso os convida a botar fé no Cristo, na esperança, no amor, porque somente o Senhor Jesus é quem pode dar isso.

Outro convite feito pelo Papa aos jovens parte da própria confiança. “em quem depositamos nossa confiança” e o Santo Padre vai chamando à atenção às tentações do mundo e aquelas que estão em nós mesmos que nos impede de colocar a confiança em quem realmente devemos o Senhor Jesus, “pois a fé nos imerge no seu amor que nos dá confiança, força e esperança”, disso ele.

Ao finalizar seu discurso, mais uma vez o Papa convidou todos os presentes para que acolhessem a imagem da Mãe Aparecida, Padroeira e Rainha do Brasil e voltou a afirmar para os jovens para que botem fé na esperança e no amor que foi dado por Cristo a cada um.

Texto: Adilson Ulprist

Fotos: Luciano Batista

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!