Monsenhor João Batista 25 anos colaborador leal e amigo da Diocese de Campo Limpo

Mais de duas mil pessoas estiveram na noite do último dia 2 de dezembro na Paróquia Santuário São José Operário, no Capão Redondo, para celebrar o Jubileu de Prata Sacerdotal de Monsenhor João Batista de Carvalho. A Santa Missa em ação de graças contou com a presença de paroquianos, amigos, sacerdotes e familiares.

“Estamos aqui para celebrar uma data especial. Os 25 anos de sacerdócio de Monsenhor João que foi o primeiro padre a ser ordenado na recém-criada Diocese de Campo Limpo, em 1989, e mesmo conhecendo-o há apenas seis anos, sei do seu comprometimento com a Igreja, com a paróquia e com os fiéis”, disse, durante a homilia o Bispo Diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, que já havia escrito uma bela homenagem a Monsenhor João Batista, publicada no jornal do Santuário São José Operário sob o título: “Colaborador leal e amigo”.

Além de Dom Luiz também esteve presente à cerimônia o Bispo emérito de Campo Limpo, Dom Emílio Pignoli, que ordenou sacerdote Monsenhor João Batista.

No momento de ação de graças, Monsenhor João fez questão de lembrar-se de pessoas que marcaram sua vida, tanto pessoal como sacerdotal. “Não vou citar o nome de uma por uma, mas sei que essas pessoas que foram tão importantes, representarão cada uma de vocês, que estão comigo aqui no Santuário e nas comunidades, que me ajudam neste trabalho de evangelização”.

Monsenhor fez uma menção especial e carinhosa à sua mãe, Ilma Dias de Carvalho. “Minha mãe é uma pessoa forte e especial. Hoje pela manhã ela teve uma indisposição, sua pressão ficou alterada e eu e meus irmãos cuidamos dela e agora ela está aqui. Obrigado, mãe, por tudo!”

Uma homenagem foi preparada para o sacerdote através de fotos e momentos que marcaram sua vida, desde a infância na pequena cidade de Lajinha (MG) até sua chegada à Paróquia Santuário São José Operário, em 2003.

Natural de Lajinha (MG), Monsenhor João Batista é o quinto de dez filhos dos quais oito ainda vivos do casal Jovino Leite de Carvalho (in memoriam) e Ilma Dias de Carvalho. 

Monsenhor João Batista foi vigário paroquial da Paróquia Santa Terezinha, em Taboão da Serra, no período de 04/02/90 a 29/08/91. Em seguida foi nomeado Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima do Ferreira, permanecendo nela até 30/03/2003, quando recebeu uma nova nomeação de pároco e assumiu a Paróquia São José Operário, a qual, por seu empenho e reconhecimento da dedicação por parte dos fiéis, foi elevada a Santuário diocesano em 30/04/2005.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!