O conhecimento das personalidades é tema de formação para secretárias(os) e atendentes paroquiais da Diocese de Campo Limpo

Uma tradição da Diocese de Campo Limpo é reunir duas vezes por ano todos as secretárias(os) e atendentes paroquiais para uma formação e uma confraternização. O Edios – Encontro Diocesano de Secretários e Atendentes Paroquiais – está em sua 38º edição que foi marcado por um dia de troca de experiências, conhecimento sobre as novidades que acontecem na Mitra Diocesana e, principalmente, de formação.

Dom Luiz: "vocês são o cartão de visitas das paróquias"A preparação deste dia é feita com o objetivo de promover uma capacitação das pessoas que estão à frente da paróquia depois do pároco. “Vocês são o cartão de visitas da paróquia porque o primeiro lugar que as pessoas procuram quando chegam à igreja atrás de uma informação são vocês e por isso essa formação e capacitação são importantes”, disse Dom Luiz Antônio Guedes na abertura do encontro.

Esta edição do Edios foi dividida em duas etapas. A primeira – que contou com o café da manhã e a oração inicial – aconteceu no Salão Nossa Senhora das Graças e na Capela do Santíssimo da Catedral Santuário Sagrada Família. A equipe da secretaria pastoral, coordenada por Elizabeth Aída Petersen Batista deu as orientações gerais para uma secretaria pastoral, com base na atualização da apostila do 30º Edios. Foram destacados itens importantes como atendimentos personalizado e telefônico, arquivo paroquial, protocolos de envio e recebimento, concentração no trabalho e espiritualidade.

Ainda na primeira parte do encontro foi apresentado ao grupo o Motu Proprio sobre Nulidade Matrimonial pelo Padre André Dimas Nogueira Dieguez, chanceler do bispado. Ele falou sobre a constituição da Câmara Eclesiástica na Diocese de Campo Limpo que será uma extensão do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de São Paulo. Segundo ele, com a instalação da Câmara “faremos o primeiro contato com a pessoa que nos procura, escutaremos o resumo de sua história e o que levou a separação das partes. Ela receberá todas as instruções para preparar a documentação a ser enviada ao Tribunal de São Paulo e quando todos os documentos estiverem preenchidos, a pessoa reagendará conosco para a conferência e com um formulário próprio da Câmara será encaminhado ao Tribunal”.

Finalizando a primeira parte do encontro, o coordenador diocesano da Pascom e jornalista responsável pelos meios de comunicação da Diocese de Campo Limpo, Luciano Batista, falou sobre a parceria que o Setor Comunicação pretende fazer com as paróquias através das secretárias(os). “Estamos reformulando o Setor Comunicação e a Pascom e a participação de vocês é muito importante porque as paróquias que não possuem Pascom, contam com as secretárias(os) para divulgarem seus eventos, atividades e ações pastorais. Os meios de comunicação da Diocese foram feitos para que as paróquias conheçam os trabalhos que as paróquias estão desenvolvendo e queremos que esse elo de ligação seja fortalecido. Com a entrada no ar do novo site, vocês terão um papel fundamental na atualização dele porque poderão acessá-lo e atualiza-lo sem ter de mandar nada para nós dando mais agilidade na divulgação do material”, explicou o jornalista.

A segunda parte do encontro foi dedicada ao tema central: “O Conhecimento das Personalidades – Conhecer a si mesmo e aos outros para melhor amar e servir a si mesmo e ao próximo” com a palestra ministrada pelo psicoterapeuta Marcelo Marques Galvão do Centro de Desenvolvimento da Inteligência e da Intuição.

No decorrer do encontro foram apresentados os diferentes “tipos” de personalidade e os participantes foram se identificando através das características descritas em cada tipo. No início da palestra, Marcelo já deixou claro que a "personalidade não muda porque personalidade ver da palavra persona, ou pessoa e a pessoa não muda”.

O psicoterapeuta apresentou as características de cada tipo. O “tipo 1”  é aquela pessoa muito perfeccionista e exageradamente exigente tendo como seu vício emocional inconsciente a raiva, porque não encontra a perfeição que deseja. Já o “tipo 2” é prestativa porque gosta de ajudar os outros preocupando-se mais com eles do que consigo, mas tem como vício emocional inconsciente o orgulho que, por ser prestativo, se acha capaz e independente.

Esse trabalho de conhecimento de si e do próximo foi importante nesta edição do Edios porque auxiliou as secretárias(os) e atendentes paroquiais a terem uma visão mais ampla sobre seus comportamentos e das pessoas que as cercam. O objetivo é melhorar a convivência no trabalho e em casa.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!