Padre Guilherme: 50 anos de serviço ao sacerdócio

Cerca de 700 pessoas participaram neste domingo (04/08) da Missa de Ação de Graças pelos 50 anos de vida sacerdotal do padre Guilherme Warmenhoven (SVD). A Santa Eucaristia foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Luiz Antonio Guedes, na Paróquia Divino Espírito Santo, no Parque Regina (SP). 

Também esteve presente o Superior Provincial da Congregação dos Missionários do Verbo Divino, Padre Edson Castro da Silva que, após a homília, fez uma homenagem ao amigo e colega de congregação, Padre Guilherme. 

Ele lembrou o tempo em que era criança e frequentava as missas em Registro (SP). “Eu era um menino envergonhado e sentava lá no fundo da igreja. Um dia eu vi aquele homem grande (Padre Guilherme) vindo em minha direção e até fiquei com medo e me perguntando: o que foi que eu fiz? Mas, ele foi conversando comigo, passei a sentar no meio da igreja e hoje, depois de muito tempo, eu me tornei provincial do homem que ajudou a despertar a minha vocação”. 

Depois, Padre Guilherme acrescentou dizendo que ficou “surpreso com o fato de que aquele garoto não tinha feito nem a primeira comunhão e naquele momento eu iniciei um trabalho de catecumenato. Para mim é uma felicidade muito grande ter este amigo do meu lado”. 

Na homília, Dom Luiz lembrou a festa litúrgica deste domingo – São João Maria Vianey – e disse que “há 50 anos, Padre Guilherme dava o seu sim ao ministério sacerdotal, deixando para trás, amigos, familiares e se dedicou ao presbiterado. Eu conheço o Padre Guilherme há cinco anos e precisava de alguém que me ajudasse na formação de sacerdotes e ele prontamente atendeu ao meu pedido e está fazendo um grande trabalho”. 

Após a homília, Padre Guilherme passou a conduzir a celebração e antes da consagração, ele pegou nas mãos o cálice e fez uma recordação. “Este cálice também está completando 50 anos. Eu o ganhei na minha ordenação”. 

No momento de Ação de Graças, a comunidade fez uma homenagem ao sacerdote, entregando os presentes, entre eles um bolo de aniversário e um notebook. “Este á um presente de todos os paroquianos para que o senhor possa conversar com seus parentes que estão distantes”, lembrou um paroquiano. 

Antes de encerrar a celebração, Padre Guilherme pediu para que todos renovassem a sua Consagração a Nossa Senhora. Para a benção final, Dom Luiz Antonio Guedes lembrou que “há 50 anos, Padre Guilherme dava a sua primeira benção e agora, neste jubileu, gostaríamos que o senhor nos abençoasse”. 

Assim que a Santa Missa terminou, uma fila de amigos, paroquianos, coordenadores de movimentos e pastorais e sacerdotes se formou para cumprimentar o aniversariante. Enquanto isso, no Salão Paroquial, um almoço de confraternização estava sendo preparado para celebrar a data.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!