Papa Francisco afirma que falará sobre a família no próximo Sínodo

Devem terminar nesta quinta-feira, as reuniões do Conselho de Cardeais, formado por oito purpurados que, em conjunto com o Papa Francisco, revisar a Constituição Apostólica "Pastor Bonus" sobre a Cúria Romana. Nesta quarta-feira, por conta da Audiência Geral, o Santo Padre não participou dos trabalhos realizados pelo grupo. 

Segundo o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi, o Papa Francisco fez uma introdução aos tranbalhos e, em seguida, uma reflexão entre os membros do Conselho sobre a eclesiologia a partir do Vaticano II.  

O porta-voz vaticano afirmou que o trabalho dos oito cardeais não é de tipo organizativo, mas se coloca numa visão teológica, espiritual da Igreja, segundo as disposições do Concílio, do qual se quer portar avante a sua aplicação.

Segundo Padre Lombardi, " os membros do Conselho se preparam, houve também uma reflexão de caráter teológico, espiritual, no sentido de refrescar, reavivar a prespectiva da Igreja, inspirada no Concílio". 

O secretário de imprensa disse também que o Papa Francisco falou sobe o próximo Sínodo dos Bispos afirmando que o tema será antropológico, dedicado à pessoa e à família, à luz do Evangelho. Por isso esteve presente na sessão de trabalho também o novo secretário-geral do Sínodo, Dom Lorenzo Baldisseri. 

O tema foi o da pastoral familiar e matrimonial, sobre como abordar o estudo e o aprofundamento, temas que o Pontífice já anunciou como cruciais para a atividade da Igreja nos próximos tempos. Daqui a uma ou duas semanas, a Secretaria do Sínodo poderá dar informações mais precisas a esse respeito. 

Padre Lombardi afirmou que os oito purpurados não são delegados continentais, mas membros do Colégio episcopal, que conhecem muito bem os problemas reais da Igreja nas duferentes partes do mundo e que, obviamente, gozam "de grande confiança e apreço pessoal por parte do Papa".  

O Conselho "pode tratar também de temas concernentes à administração econômica", mas, efetivamente, até então não se falou sobre isso, concluiu Pe. Lombardi respondendo às perguntas dos jornalistas.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!