Papa Francisco: as duas riquezas que atrapalham

O Papa Francisco considera que hoje existem alguns tipos de riqueza que atrapalham o caminho rumo a Deus e à realização plena.

 

“As riquezas são um empecilho, pois não facilitam o caminho rumo ao Reino de Deus”, disse Francisco na homilia da missa na Casa Santa Marta, nesta segunda-feira.

 

O Papa comentou duas “riquezas culturais” que atrapalham os homens e mulheres hoje: o bem-estar e a provisoriedade.

 

“A cultura do bem-estar, que nos deixa pouco corajosos, preguiçosos e também egoístas. O bem-estar é uma espécie de anestesia”, disse o Papa.

 

"Não, não, mais de um filho não, porque não podemos ter férias, não podemos comprar a casa. Podemos seguir o Senhor, mas até certo ponto. Isso faz o bem-estar: despe-nos daquela coragem forte que nos aproxima de Jesus. Esta é a primeira riqueza da nossa cultura de hoje, a cultura do bem-estar.”

 

Já sobre a provisoriedade, o Papa Francisco comentou: “Nós estamos apaixonados pelo provisório”, disse. “Não gostamos das propostas definitivas que Jesus nos faz e temos medo do tempo de Deus”.

 

“Ele é o Senhor do tempo, nós somos os senhores do momento. Uma vez, conheci uma pessoa que queria se tornar padre, mas só por dez anos, não mais. Além disso, muitos casais casam-se pensando no seu coração que: vamos a ver até onde vai e depois vê-se."

 

“Essas duas riquezas são as que, neste momento, nos impedem de prosseguir. Eu penso em muitos, muitos homens e mulheres que deixaram a própria terra para serem missionários por toda a vida: isso é definitivo! Assim como muitos homens e mulheres que deixaram a própria casa para um casamento por toda a vida: isso é seguir Jesus de perto! É o definitivo."

 

Com Rádio Vaticano

 

 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!