Papa Francisco promove novas mudanças no Vaticano

O Papa Francisco nomeou neste sábado, 21, novos responsáveis na Cúria Romana, escolhendo um novo prefeito para a Congregação para o Clero e um secretário-geral do Sínodo dos Bispos, anunciou a Santa Sé.  

Francisco escolheu o arcebispo Beniamino Stella, italiano, de 72 anos, que presidia à Academia Eclesiástica, como prefeito da Congregação para o Clero, até agora liderada pelo cardeal Mauro Piacenza.  

Este assume as funções de Penitenciário-mor, cargo deixado vago pela renúncia do cardeal português Dom Manuel Monteiro de Castro, por motivos de idade.  

Ainda na Congregação para o Clero, o Papa confirmou Dom Celso Morga Iruzubieta como secretário e nomeou  Dom Jorge Carlos Patrón Wong, arcebispo mexicano, como secretário para os seminários, setor que foi entregue à Congregação em janeiro, por Bento XVI.  

O atual secretário-geral do Sínodo dos Bispos, Dom Nikola Eterovic, foi nomeado núncio (embaixador) na Alemanha e é substituído no Vaticano por Dom Lorenzo Baldisseri, arcebispo italiano de 72 anos, até hoje secretário da Congregação para os Bispos e do Colégio Cardinalício.  O Papa confirmou, por outro lado, o arcebispo alemão Gerhard Muller como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, com o secretário, Dom Luis Ladaria, tendo nomeado um secretário-adjunto, o arcebispo norte-americano Joseph Di Noia, até agora vice-presidente da Comissão Pontifícia ‘Ecclesia Dei’.  

Também na Congregação para a Evangelização dos Povos foi confirmado o atual prefeito, cardeal Fernando Filoni, com os respetivos secretário (Dom Savio Hon Tai Fai) e secretário-adjunto (Dom Protase Rugambwa).

O novo presidente da Academia Pontifícia Eclesiástica, a escola diplomática da Santa Sé, é Dom Giampiero Gloder, que até agora desempenhava funções na Secretaria de Estado do Vaticano.  

Estas decisões foram tornadas públicas a dez dias do primeiro encontro entre Francisco e o grupo de oito cardeais, dos cinco continentes, que escolheu para o aconselharem na renovação da Cúria Romana, o conjunto dos organismos centrais de Governo da Igreja Católica.  

Até agora, o Papa tinha escolhido um novo secretário de Estado do Vaticano, Dom Pietro Parolin, que assumir funções a 15 de outubro, substituindo o cardeal Tarcisio Bertone.  

Na entrevista que concedeu às revistas jesuítas, publicada esta quinta-feira, 19, Francisco disse que “os dicastérios romanos estão ao serviço do Papa e dos bispos: devem ajudar tanto as Igrejas particulares como as Conferências Episcopais”.  

O Papa revelou ainda que pretende fazer dos Consistórios (encontros de cardeais) e Sínodos (organismo consultivo com bispos de todo o mundo) “lugares importantes” para “consultas reais, não formais”. 

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!