Papa reúne 3 milhões de pessoas em Copacabana

Uma imagem jamais vista em Copacabana. Segundo dados da prefeitura do Rio de Janeiro, no réveillon de 2012, dois milhões de pessoas assistiram a queima de fogos na orla da praia. Já na Vígilia – evento que faz parte da programação da Jornada Mundial da Juventude - três milhões de jovens, vindos de todas as partes do mundo e dos quatro cantos do Brasil, lotaram toda a Avenida Atlântica e a faixa de areia. 

Um dos principais cartões postais do Rio de Janeiro se transformou num verdadeiro “Campo da Fé”. Orações, cantos, louvores; várias línguas, mas uma única intenção: ouvir os ensinamentos do Papa e agradecer a Deus por esta experiência de fé. Milhares de peregrinos fizeram do asfalto e da areia, um dormitório a céu aberto. 

Todas estas pessoas ouviram atentamente o Papa Francisco que encerrou seu penúltimo dia no Brasil, participando da Vígilia. Esta etapa da JMJ estava marcada para acontecer em Guaratiba, zona oeste do Rio, mas as fortes chuvas que caíram na cidade durante a semana, deixou o terreno inviável para utilização. 

O Papa Francisco falou sobre desigualdade social, a aproximação dos mais pobres e pediu que jovens de todo o mundo, aqueles que querem ser "protagonistas da mudança", "sigam superando a apatia" de forma "ordenada e pacífica": "Saiam às ruas!".

O Pontífice disse que acompanhou os protestos que aconteceram em todo o Brasil no mês de junho e disse que ficou atento as atitudes dos jovens. “São jovens que querem ser protagonistas da mudança. Eu os animo a que, de forma ordenada, pacífica e responsável, motivados por valores do Evangelho, sigam superando a apatia e oferecendo uma resposta cristã às inquietudes sociais e políticas presentes em seus países”. 

O Papa também fez uma ressalva à alteração da Vigília dos peregrinos, que não ocorreu em Guaratiba. "Acredito que podemos aprender alguma coisa com o que aconteceu nos últimos dias. Não estaria o Senhor querendo nos dizer que o verdadeiro campo da fé, o verdadeiro Campus Fidei, não é um lugar geográfico além de nós mesmos?" 

O Santo Padre foi aplaudido ao fazer uma metáfora de fé usando a paixão dos brasileiros pelo futebol "Jesus nos pede que o sigamos por toda a vida, pede que sejamos seus discípulos, que 'joguemos no seu time'. Jesus nos oferece algo muito maior do que a Copa do Mundo!"

Reportagem: Luciano Batista

Fotos: Rodrigo Antonio

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!