Todo leite materno é forte e bom

A cada dia a gente ouve falar sobre os benefícios do leite materno para o bebê, há muitas campanhas que informam sobre amamentar e muitas gestantes recebem também orientação no serviço de saúde sobre o aleitamento materno, mesmo assim ainda há muitas duvidas, principalmente quando aparecem as dificuldades. Leia abaixo a entrevista com a nutricionista Paula Pizzato sobre aleitamento materno, publicada no website da Pastoral da Criança.

 

Existe leite fraco?

 

Não, todo leite materno é forte e bom. Se o bebê não está ganhando peso adequadamente é importante rever o processo da amamentação para garantir que ele chegue até o final da mamada, onde o leite é mais gorduroso. O bebê que mama rapidamente e não chega até o esvaziamento total da mama pode sentir sim um pouco mais fome, por que é no final da mamada que o leite é mais encorpado, mais gorduroso. É importante que a mãe tenha paciência e deixar o bebê mamar até que ele fique saciado, não tenha pressa nesse momento, isso é muito importante.

 

Quais são os benefícios do aleitamento materno para o bebê?

 

Primeiramente é bom a gente comentar que o leite materno é completo, é o único alimento que o bebê precisa até os 6 meses de vida, o bebê recebendo aleitamento materno vai ser mais protegido, pois o leite materno contém proteínas, contém celulas de defesa que vão protege-lo. O bebê que mama no peito exclusivamente tem menos chance de desenvolver diarreia, alergia e doenças infecciosas, como a infecção urinária, infecções respiratoria e além do mais, o ato de sugar o peito, ajuda o bebê a desenvolver as bochechinhas. Ele vai ter uma melhor mastigação, uma fala mais adequada e vai melhorar também a respiração. Além do que ele se sente mais protegido com o contato da mãe, o contato de pele com pele aumenta o vínculo mãe e filho.

 

E quais são as vantagens do aleitamento materno para a mãe?

 

A mãe que amamenta tem menos chance de desenvolver câncer de mama, de ovário e de útero. A mamada ajuda o útero a voltar para o tamanho normal e a placenta a ser descolada. O peso da mãe que amamenta também volta ao normal mais rapidamente.

 

Qual é a importância do Colostro para o bebê?

 

O colostro é o leite produzido pela mãe nos primeiros dias e ele é riquíssimo em proteínas que vão garantir o desenvolvimento e o crescimento para o bebê, ele atua praticamente como uma vacina para o bebê naquele momento.

 

Quais os principais problemas que podem ocorrer durante a amamentação?

 

A rachadura no bico do seio. Se o bebê está mamando e está puxando exclusivamente no bico do seio a pega não está correta, o bebê para fazer uma boa pega deve envolver os lábios na aureola do mamilo. Se ele mamar diretamente no bico, pode ocasionar as rachaduras no peito e causa dor na amamentação para a mãe é importante corrigir a pega. Outro problema é quando a mama fica empedrada, o chamado engurgitamento. Acontece por que a mama não foi esvaziada adequadamente, a mama fica muito cheia e o leite acaba empedrando. É importante que a mãe que está com a mama muito cheia esvazie um pouco o leite antes de dar a mamada, fazendo com que a mama fique mais macia e mais fácil para o bebê mamar. Um problema que pode surgir por conta desse engurgitamento é a mastite, a mastite é uma infecção, uma inflamação das mamas. Isso  pode também aumentar as dores no peito, causar um avermelhamento das mamas. Se isso acontecer procure o serviço de saúde, eles vão auxiliar e orientar o que fazer neste momento para que você continue amamentando seu filho.

 

Sobre a alimentação para a mãe que amamenta, nós sabemos que alguns alimentos ajudam e outros prejudicam, quais são esses alimentos?

 

A mãe deve ter uma alimentação saudável, equilibrada com nutrientes importantes que vem dos vegetais e das frutas. Ela precisa comer arroz, feijão, saladas, tomar leite e evitar alguns alimentos que podem estar prejudicando até o peso. A mãe precisa ter uma alimentação natural, variada, colorida e equilibrada.

 

O que as mães podem fazer para aumentar a quantidade de leite materno?

 

Quanto mais o bebê mamar mais produção de leite a mãe vai ter, é importante que a mãe tome bastante líquido, muita água e que tenha uma boa alimentação, isto é, comendo os alimentos ricos em nutrientes importantes, como os feijões, arroz, suco de frutas, comendo frutas, verduras e legumes, evitar as refeições rápidas, sanduíches e batata frita neste momento.

 

Há mais alguma informação para deixar para as mães?

 

É importante que a mãe pense que este momento é muito especial. No momento da amamentação ela precisa estar preparada, com calma, num ambiente tranquilo sem muito barulho, ela precisa estar confortável e o bebê também.É bom que se faça disso um ritual muito especial, que é esse momento da amamentação.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!