Um ano da renúncia de Bento XVI

O dia 11 de fevereiro de 2013 prometia ser uma segunda-feira particularmente tranquila. No consistório, conforme previsto, o papa Bento XVI decretou a inscrição de Santa Catarina de Siena Montoya e Upegui e de Maria Guadalupe Garcia Zavala no Livro dos Santos. Era um dia a tal ponto tranquilo que a Sala de Imprensa da Santa Sé estava quase vazia. 

O que ninguém esperava eram as seguintes palavras de Bento XVI: “Convoquei este consistório não só para as três causas de canonização, mas também para comunicar uma decisão de grande importância para a vida da Igreja”. E veio o anúncio: “Depois de examinar reiteradamente a minha consciência diante de Deus, cheguei à certeza de que, devido à idade avançada, não tenho mais forças para exercer adequadamente o ministério petrino”. 

E prosseguiu: “Por isso, muito consciente da seriedade deste ato, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério de bispo de Roma, Sucessor de São Pedro, que me foi confiado por meio dos cardeais em 19 de abril de 2005, de forma que, a partir do dia 28 de fevereiro de 2013, às 20 horas, ficará vacante a sé de Roma, a sé de São Pedro, e deverá ser convocado, por meio de quem tem a devida competência, o conclave para a eleição do novo Sumo Pontífice". 

Em pronunciamento feito em latim, Bento XVI disse ainda que “no mundo de hoje, sujeito a rápidas mudanças e agitado por questões de grande relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e anunciar o Evangelho, é necessário também o vigor quer do corpo quer do espírito”. 

Após sua renúncia, Bento XVI passou dois meses transcorridos em Castel Gandolfo. No seu retorno, em 2 de maio de 2013, foi acolhido pelo Papa Francisco no Mosteiro Mater Ecclesiae, onde passou a residir desde então. 

Desde sua renúncia, o Papa Emérito participou de atividades eclesiais com Francisco. Em julho, Bento XVI participou da inauguração do monumento a São Miguel Arcanjo, convidado pelo Papa. “A ele, sempre o nosso afeto e reconhecimento, e ao qual queremos exprimir a nossa alegria por termos aqui presente no meio de nós! Obrigado, na verdade, de todo o coração!”, disse Francisco. 

Ainda em 2013, Francisco convidou o Papa Emérito para um almoço, o qual aconteceu no dia 27 de dezembro, em ocasião do natal. Na companhia de seus secretários, Francisco saudou a família de Bento XVI após fazerem uma oração juntos em uma Capela.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!