Uma madrugada de bênçãos e louvores a Deus na III Vigília Celebra Juventude da Diocese de Campo Limpo

Uma madrugada inteira de oração, louvor, adoração, música e a presença viva de Jesus entre os cerca de 3 mil jovens que participaram da terceira edição da Vigília Celebra Juventude, organizada e promovida pelo Setor Juventude da Diocese de Campo Limpo.

O evento começou às 22h do último dia 14 de novembro com a motivação conduzida pelo assessor diocesano da Ação Evangelizadora da Juventude da Diocese de Campo Limpo, Padre Rodolfo Camarotta. “Esse momento de unidade que vivemos possa ser para nós a construção do Reino de Deus, possa trazer à nossa vida frutos espirituais, crescimento diante da Palavra e que a Palavra que será pregada aqui possa nos animar no caminho”.

Em seguida, Dom Luiz Antônio Guedes, Bispo Diocesano de Campo Limpo fez uma saudação especial aos jovens mantendo a tradição de direcionar uma palavra de motivação aos participantes do encontro e encorajando-os a levar os frutos da vigília a todos que não estavam presentes. “Vocês estão aqui porque foram atraídos por Deus porque Ele ama vocês e ama muitos outros que não estão aqui. Vocês serão multiplicadores das sementes recebidas aqui”. E continuou: “Jesus está orando por vocês aqui junto do Pai dele, do nosso Pai, mas também está orando por aqueles que vão ouvir a palavra dele através de vocês e vão acreditar nele, crer nele por terem ouvido a palavra de vocês, o testemunho de vocês”.

Após as primeiras apresentações musicais que deixaram os jovens animados e com o desejo de experimentar da fonte dos ensinamentos de Cristo, o Padre Marcelo dos Santos, superior geral da Congregação dos Padres dos Pequenos Irmãos e vigário paroquial da Paróquia Santa Otília. Sua pregação foi baseada no Evangelho de São Mateus (13,4-8) que narra o trabalho do semeador e as sementes que caíram ao longo do caminho. Padre Marcelo explicou que “devemos abrir, expandir tudo aquilo que recebemos de Deus porque se fica só para nós, se a experiência com Cristo ficar somente para nós ela não vai produzir o seu fruto do jeito que deveria”.

Durante toda a madrugada seis sacerdotes ficaram à disposição para ouvir a confissão dos jovens que formaram filas para o sacramento da reconciliação.

A segunda pregação foi conduzida por Davidson Silva que teve como inspiração o Evangelho de São Mateus (13,31-34) sobre a parábola do grão de mostarda. “Deus se revela através dos pequenos e à medida que esses pequenos vão tendo a experiência com Ele a tendência é crescer, é esse grão de mostarda crescer de tal forma que passarinhos vêm fazer ninhos em seus ramos”.

Por volta das 2h30 aconteceu algo inusitado. Padre Rodolfo chamou o jovem João Ricardo da Paróquia São José Santo Eduardo para que dissesse algumas palavras. “Há 11 anos o semeador saiu para semear e agora deu frutos por isso eu quero chamar a minha namorada, Aline e pedi-la em casamento”.

Dando continuidade às pregações, Henrique de Castro, um dos fundadores do Grupo de Oração Neviim convidou a todos para meditarem sobre a passagem de São Marcos (10,17): “Tendo ele saído para se pôr a caminho, veio alguém correndo e, dobrando os joelhos diante dele, suplicou-lhe: Bom Mestre, que farei para alcançar a vida eterna?” Com base neste versículo, o pregador passou a fazer uma analogia com a participação do jovem na vida da Igreja. Segundo ele “é uma maravilha ver vocês todos aqui e tenho a certeza de que se a vigília durasse uma semana, nós ficaríamos aqui porque é muito bonito ver que estamos dispostos a participar da vida da Igreja, seja lá qual for o horário ou atividade”.

O momento seguinte foi especial para os jovens. O Santíssimo passou pelo corredor central da Catedral de Campo Limpo e todos tiveram a oportunidade de toca-lo. Após este momento de adoração, a assembleia recebeu a benção passando a aguardar o início da Santa Missa que aconteceu por volta das 6h.

Padre Rodolfo Camarotta, que presidiu a celebração, lembrou do poder que a benção do Santíssimo. “Nós somos felizes porque Deus nos presenteia com o dom da fé e a autoridade de Deus é soberana, está acima de qualquer demônio e por isso o que está confiado a Jesus ninguém pode mexer”.

Durante a homilia, baseada no evangelho de São Lucas (19,1-10), Padre Rodolfo disse que acredita que Jesus encontrou a nossa vida mais uma vez. “Estivemos aqui e fomos encontrados de diversas maneiras por Jesus e quero dizer que todos esses projetos das vigílias, das romarias, da missão jovem que fizemos também, das missas da juventude, tudo serve para encontrar Jesus e espero de verdade que muitos outros momentos possam ser vividos como esse e essa vigília é da Diocese de Campo Limpo o que me deixa muito feliz porque ela é coordenada por uma pessoa, um padre, mas não é dele, ela pertence à Igreja”.

Acrescentou ainda que, apesar do cansaço foi um trabalho que valeu a pena porque “viemos aqui, celebramos, conhecemos pessoas, rimos, dançamos, choramos, cantamos porque o Senhor encontrou a nossa vida”.

Pela primeira vez a vigília foi transmitida ao vivo através do canal do Youtube da Diocese de Campo Limpo e pode ser revista através do link: 

https://www.youtube.com/watch?v=Wr5qipTojBk

A IV Vigília Celebra Juventude já está marcada para o dia 27 de fevereiro de 2017, segunda-feira de carnaval.

O site da Diocese de Campo Limpo está migrando para o endereço
www.dcl.org.br

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!